“Se alguém que você ama está caminhando sem Cristo, continue orando”, incentiva ex-ateu

“Se alguém que você ama está caminhando sem Cristo, continue orando”, incentiva ex-ateu

Publicado em 01/08/2018

Compartilhe

O escritor ex-ateu Lee Strobel incentiva os cristãos a não desistirem de pessoas que estão distantes de Jesus.

O autor e evangelista Lee Strobel ministrando na Universidade Batista de Houston. (Foto: Mayra Beltran/Houston Chronicle)

Depois de ser alvo das orações de sua esposa por muitos anos, o escritor ex-ateu Lee Strobel, que inspirou o filme “Em Defesa de Cristo”, está incentivando as pessoas a não desistirem de seus familiares e amigos que estão distantes de Jesus.

Strobel se converteu ao cristianismo após ser tocado pelas mudanças positivas na vida de sua esposa, Leslie, e passar dois anos pesquisando a Bíblia intensamente, usando as habilidades de investigação jornalística que desenvolveu como repórter.

Assim como as orações de sua esposa tiveram efeito, Strobel encoraja os cristãos a permanecerem firmes em intercessão, em entrevista ao programa Family Talk na última segunda-feira (30).

“Eu tenho um irmão que é ateu até hoje e tenho orado por ele há 17 anos, desde que me tornei cristão. Eu não vejo nenhum progresso. Acho que ele está tão longe de Deus quanto 17 anos atrás. Sabe de uma coisa? Eu queria desistir e dizer: ‘Eu fiz uma oração, agora me dê um truque evangelístico’. Mas Deus me diz para continuar orando”, comenta.

“Jesus orou até o fim. Se há alguém em sua vida que você ama desesperadamente, e que está caminhando para uma eternidade sem Cristo, continue orando. Continue orando”, ressaltou o ex-ateu.

Vida de evangelismo

Strobel observa que se as pessoas abrirem seus corações para serem verdadeiras testemunhas do amor de Cristo, Deus irá proporcionar as oportunidades certas para o Evangelho ser compartilhado.

“Se você está motivado a compartilhar sua fé por causa do amor de Jesus em você, se você tem um tempo no seu dia para interagir com descrentes, se você estiver preparado para compartilhar sua fé de maneira simples e natural e se você estiver orando por oportunidades, Deus guiará as pessoas para você falar sobre Jesus Cristo”, afirma.

Outro ponto que incentiva Strobel a ter uma vida de evangelismo é imaginar: se Jesus vivesse em minha casa, como Ele alcançaria meus vizinhos? “Jesus certamente o

s veria de um ponto de vista diferente, não é? Ele os veria através dos olhos do céu. Jesus teria um amor pelas pessoas perdidas do bairro que superaria muito o meu”.

Por outro lado, ele alerta que alguns comportamentos da igreja pode afastar os descrentes. “Sua igreja está pregando a reconciliação, mas quando eles entram nela, conseguem sentir uma divisão?”, questiona. “Eles vêem uma igreja que está tentando alcançar pessoas perdidas, mas não é motivada por corações que estão quebrados pelos perdidos. O que eles estão vendo?”.

FONTE: GUIAME