JUBILAMENTO PASTOR JOSÉ FERNANDES E MISSIONÁRIA MARLI

JUBILAMENTO PASTOR JOSÉ FERNANDES E MISSIONÁRIA MARLI

Publicado em 28/03/2018

Compartilhe

TRAJETÓRIA MINISTERIAL DOS 40 ANOS DE SERVIÇOS PRESTADOS NA OBRA DE DEUS PELO PASTOR JOSÉ FERNANDES E MISSIONÁRIA MARLI

No último domingo dia 25 de março, aconteceu na ICPI Aguaí, a celebração solene da jubilação do Pastor José Fernandes e sua esposa Missionária Marli. Foi um culto memorável. A cerimônia foi presidida pelo Pr. João Evangelista (ICPI Andradas), contando com a presença de familiares, amigos, autoridades civis e eclesiásticas. Muitas homenagens foram feitas ao casal, era notória a comoção. Após as homenagens, o superintendente Daniel Silva deu uma palavra de agradecimento parabenizando os homenageados e trouxe à igreja uma poderosa palavra para a edificação do corpo de Cristo.

A igreja passa agora aos cuidados do Pr. Rodrigo Moreira, empossado, recebendo o cajado juntamente com sua esposa Priscilla e filhos. Foi um momento muito marcante.

Veja um resumo dessa trajetória de 40 anos de serviços prestados ao Reino.

Neste momento iremos relembrar e contar fatos e partes do início da vida ministerial do Pastor José Fernandes.

Iniciou-se com sua conversão na cidade de Estiva Gerbi, onde foi membro e alguns anos mais tarde, consagrado ao diaconato e a seguir ao presbiterato.

Durante um período ficou auxiliando o Pastor Valdomiro de Abreu; neste mesmo período recebeu o chamado de Deus através do Pastor Ademir Osmar dos Santos para assumir a congregação na cidade de Aguaí.

Na época havia apenas duas famílias de membros, a família do irmão Lázaro e do irmão Toninho, e frequentava a igreja a família do irmão Paulo Rodrigues e da irmã Helena Rodrigues e seu filho Luís Antônio. Em seguida, se tornou membro da igreja a família do Presbítero Elpídio e sua esposa Francisca Santana. O primeiro membro batizado na ICPI em Aguaí foi o irmão Delvo Alves Tonetti.

Na época a igreja não possuía templo próprio, os cultos eram feitos em um salão sem eletricidade própria sendo emprestada pelos vizinhos, sem banheiro, totalmente em uma situação precária.

Essa foi a situação com a qual o Pastor José Fernandes se deparou juntamente com a sua família quando chegou a Aguaí.

Veio sem salário, alugou a casa que tinha na cidade de Estiva Gerbi para pagar o aluguel da casa na qual morava em Aguaí, porque a igreja não tinha contribuição suficiente para lhe pagar o salário e o aluguel.

O Pastor José Fernandes trabalhava como motorista de caminhão transportando gasolina, função esta da qual tirava o seu sustento.

No entusiasmo de construir a primeira igreja nesta cidade, somente pela fé, o pastor enfrentou a morte de frente quando foi surpreendido por um malfeitor, que tentou tirar a sua vida com uma espingarda. Naquele momento, o Pastor José Fernandes tomou a decisão de abandonar imediatamente a obra em Aguaí e voltar para sua cidade. Mas, através de sua esposa irmã Marli, usada pela direção do Espírito de Deus, o ajudou a recuperar o ânimo e a coragem para continuar a obra nessa cidade.

Com muitas lutas se conseguiu construir a primeira igreja no bairro Santa Maria. E o chamado do Pastor José Fernandes foi confirmado quando sua esposa Marli ficou grávida do seu terceiro filho, Jessé.

Logo após a construção da igreja sede no bairro Santa Maria, deu-se início a uma nova congregação no bairro Cidade Nova, à qual foi doada a metade do terreno na época pelo Presbítero Elpídio e sua esposa irmã Francisca.

Em seguida, veio a terceira construção de uma nova igreja no bairro Chácaras Alvorada. Esta se iniciou com os cultos feitos na casa da família do irmão Manoel Firmino.

Deus mais uma vez tocou no coração do saudoso irmão Percilio Fernandes que doou um terreno de 500 metros para construir a igreja no bairro Chácaras Alvorada.

As dificuldades eram tantas para construir a igreja, que não havia dinheiro nem para comprar um lanche para os irmãos que trabalhavam de graça na construção da igreja.

A irmã Marli fazia pães caseiros em casa, que eram servidos aos irmãos que trabalhavam aos domingos.

Muitas vezes o pastor e sua família dormiam em um colchão na terra para que a igreja do bairro Chácaras Alvorada fosse construída.  Anos mais tarde veio a construção da quarta igreja no bairro Jardim Aeroporto, onde há tempos já existia um ponto de pregação na casa da irmã Catarina e irmã Tereza.

Por volta do ano de 1999 começou-se a construção do templo da igreja que hoje é sede, devido ao aumento dos fiéis.

No ano de 2002 foi construída a sexta igreja no bairro Monte Líbano. No decorrer dos anos houve a necessidade de realizar algumas reformas e ampliação nas congregações devido ao aumento dos membros.

Nos últimos anos agregaram-se à ICPI campo de Aguaí mais três igrejas, sendo elas Leme, Santa Cruz das Palmeiras e Pirassununga.

No decorrer dos anos de 2016 e 2017 ocorreu a maior reforma de uma de nossas congregações no bairro Chácaras Alvorada, sob a direção do Pastor José Fernandes.

Hoje o campo de Aguaí conta com 8 igrejas com templos próprios, 1 templo em construção em Leme e 2 salões alugados (Leme e Pirassununga).

Atualmente conta com aproximadamente 1.200 membros entre pastores, presbíteros, missionários, evangelistas, diáconos e diaconisas.

A trajetória ministerial do Pastor José Fernandes incluiu, além de liderar o campo de Aguaí, a eleição como presidente do 5º Distrito, tendo sete mandatos consecutivos, totalizando quatorze anos.

Foi tesoureiro de missões por um período de cinco anos, vice-presidente da região Mogiana, por dois mandatos e meio, e presidente da região Mogiana, tendo uma pausa como presidente, mas sempre fazendo parte da diretoria, totalizando cinco anos de mandatos.

Até o presente sendo o Pastor-presidente da região e Pastor-presidente do campo de Aguaí.

Curta a página da ICPI Águai e veja as todas as imagens:

https://www.facebook.com/pg/icpiaguaisede/photos/?tab=album&album_id=1773638379363178

 

Galeria de Imagens: